17/03/2014

De cinzento a verde: Transforme a sua varanda num paraíso primaveril

A Primavera é a estação do renascimento da Natureza: o sol beija timidamente as plantas, que começam a adquirir os seus tons mais vivos e a oferecer as suas flores mais belas. Mitologicamente, os gregos associaram as mudanças das estações com a alegria e a melancolia de Deméter, deusa dos cultivos.
Segundo a história, Hades apaixonou-se perdidamente por Perséfone, filha de Deméter, e raptou-a para o submundo. O desespero da deusa metamorfoseou-se em ira: saiu do Olimpo, amaldiçoou a terra e infertilizou os solos. O gado começou a perecer e os grãos não germinaram. Sem alimentos, a fome e a doença assombraram os humanos, que desfaleciam e definhavam.
Devido à situação violenta, Zeus ordenou a Hades que devolvesse Perséfone à mãe. O irmão acedeu, não antes de dar uma baga de romã à filha de Deméter: como todo aquele que comer qualquer alimento dos infernos é obrigado a lá retornar, Hades conseguiu desta forma prender Perséfone.
Sem outra solução, ficou estipulado que Perséfone ficava uma temporada com a mãe e outra com Hades. O período em que está com Deméter corresponde à Primavera, em que os grãos brotam, as árvores florescem e a vida rompe-se: o período em que volta para o submundo corresponde ao Outono, quando as folhas caducam e os grãos são enterrados no solo.

Partilhe a alegria que se vive na Primavera e converta a sua varanda num pequeno jardim florido: com as plantas certas conseguirá atrair borboletas e chamar a atenção das aves.


Imagem | Fonte

Para as borboletas:

Escolha plantas apícolas - que oferecem néctar - e plantas hospedeiras - que servem de alimento. Cores vivas são óptimas para atrair estes animais.
Tenha em conta que o espaço necessita de sol - seis horas no mínimo - e de estar protegido do vento.
As borboletas precisam de água: deixe uma taça com um pouco de areia misturada com água para humedecer: a água deve ser absorvida pela areia e nunca ficar em excesso.
As borboletas não alimentam-se somente de néctar das flores: deixar frutas como laranja e melancia é igualmente um gesto de boas vindas.
Descarte completamente o uso de pesticida e outros elementos químicos.
As borboletas são donas de uma boa memória e visitarão o seu jardim frequentemente se o mesmo lhes agradou.

Para as aves:

Esqueça as gaiolas: estes animais nasceram para voar, não para ficarem presos para o resto da vida. Gostar de aves é deixá-las livres, mas isso não o impede de recebê-las no seu espaço. Primeiramente, analise se vive perto de uma zona onde se vê aves com frequência, para que as hipóteses de receber uma visita no seu jardim sejam maiores.
Coloque uma casinha de pássaros e/ou um comedouro num local bem visível: pode comprá-los ou construí-los. As ideias são imensas e como está a reciclar materiais a sustentabilidade agradece.

Imagem | Tutorial (em inglês) 


Imagem 1 | Tutorial (em inglês)
Imagem 2 | Tutorial (em português)



Imagem | Tutorial (em inglês)


Partilhe a alegria de viver com os animais e tenha uma Primavera ainda mais colorida.

Recursos utilizados:

1 comentário:

  1. Olá! Tenho o mesmo pensamento sobre manter os pássaros livres. Abaixo uma música onde faço um apelo para esta causa.
    http://www.youtube.com/watch?v=Sq8O31enOAk

    Grande Abraço!

    ResponderEliminar