19/12/2014

Victoria's Secret não é mais livre de crueldade


Foi, durante anos, conhecida como uma marca livre de testes em animais, sendo apreciada por muitas mulheres que gostam de estar bonitas sem crueldade. Todavia, a política da Victoria's Secret deu um passo à frente para o abismo e caiu para a atrocidade obsoleta que os testes em animais comportam.
Há alguns meses a Limited Brands - a empresa que detém a Victoria's Secret - actualizou o comunicado relacionado com o assunto na sua página:

L Brands policy prohibits the testing of our branded products, formulations and ingredients on animals except in rare cases when required by government regulations. Through our involvement in the Institute For In Vitro Sciences, we are supporting research to develop additional non-animal alternative methods which we believe will ultimately result in the elimination of animal testing worldwide.

Traduzindo, a Limited Brands afirma que proíbe os testes em animais excepto quando são obrigatórios de acordo com as regulamentações governamentais impostas nalgumas regiões - como o caso da China, o que já que levou a várias marcas, outrora livres de crueldade animal, a integrarem a lista negra da PETA.

A Victoria's Secret, para além de estar actualmente incluída na lista supracitada, também não aparece mais na pesquisa de marcas cruelty-free da BUAV.


O que pode fazer?

Mostre o seu descontentamento: partilhe esta informação e ajude na divulgação. Boicote os produtos da marca. Aceda também ao evento criado no Facebook aqui e veja como pode ajudar.


A partir do Vista-se. Imagem inspirada em Logical Harmony.

Sem comentários:

Enviar um comentário