13/07/2015

Não transforme o seu automóvel num féretro para o seu cão


Os cães são especialmente vulneráveis a doenças relacionadas com o calor, visto que não conseguem transpirar como nós: eles só conseguem refrescar-se ofegando e através da capa protectora das suas patas;
A temperatura interior de um carro pode chegar aos quarenta graus, mesmo com as janelas ligeiramente abertas. Quando a temperatura exterior é de setenta e dois graus, dentro de um carro pode atingir até aos cento e dezasseis graus durante uma hora; a maior parte do aumento da temperatura começa nos primeiros quinze a trinta minutos;
Os cães que são deixados no carro só têm alguns minutos antes da temperatura do corpo aumentar, o que leva a complicações nervosas, problemas cardíacos, danos no fígado, danos cerebrais ou até mesmo à morte.

Nunca deixe o seu cão dentro do carro, mesmo com as janelas entreabertas. Veja outros cuidados a ter com o calor aqui.


Informações e imagem retiradas de My Dog is Cool.

Sem comentários:

Enviar um comentário