20/09/2015

Nos bastidores da violência: A mutilação das orelhas

Entre as muitas sevícias a que os bovinos, vítimas da tauromaquia, são sujeitos ao longo das suas curtas vidas inclui-se a mutilação das orelhas, uma prática realizada em quase todas as ganadarias.

Após sofrerem psicologicamente com a separação maternal, e ainda serem queimados com ferros em brasa em várias zonas dos seus corpos, os animais são também sujeitados a dolorosos cortes nas orelhas - que, habitualmente, acontecem no mesmo dia da ferra.
Estes rasgões e furos, feitos com navalhas ou facas afiadas, causam ferimentos que atraem as moscas e desencadeiam prolongadas infecções. Esta acção, consumada sem qualquer anestesia, conta com a presença de muitos convidados, cujo intuito é acrescentar mais uma assinatura da ganadaria para que o animal diferencie-se de outras ganadarias.


Nesta fotografia, de um touro da Ganadaria Dr. António Silva, o corte na orelha é bem visível.


Adaptado dos Marinhenses Anti-Touradas (blogue e facebook).
Veja os artigos restantes no álbum original.

1 comentário: