02/03/2016

Creme de rosto Benamôr

Nascido em 1925, o creme Benamôr continua na história e desafia o tempo graças a um farmacêutico dos Laboratórios Norte, actualmente designados como Laboratórios Nally. Ao longo dos anos cuidou e mimou as peles das avós e bisavós de Portugal e, ainda hoje, continua a ser procurado e apreciado por muitos e muitas de nós.
Após ler tantas críticas positivas sobre o creme de rosto acabei por comprar um. O produto é vendido em tubos de trinta ou quarenta mililitros, o que considero mais prático e mais higiénico do que um pote. Todo ele transborda vintage, desde o design lindíssimo ao cheiro de maquilhagem antiga: é realmente uma delícia para a visão e para o olfacto :)




De acordo com a descrição do creme, sucintamente apresentado como um adorável produto de beleza que transmite à pele um tom de frescura, limpa profundamente, elimina pontos negros, borbulhas, manchas, vermelhidão e pano e auxilia a fixação do pó de arroz.



Pó de arroz
Do teu arrozal
Esse pó que é fatal
És a tal que me encanta com

Pó de arroz


Também funciona como um dissimulante das rugas e dos defeitos epidérmicos.
Apesar de servir para todo o tipo de peles achei-o um pouco espesso para pele mista/oleosa, pelo que uso-o somente à noite.
Uma coisa é certa: quando acordo sinto a pele muito macia e aveludada, o que é muito bom quando temos uma pele com tendência a ser oleosa. Quando surgiu-me uma daquelas borbulhas chatas no cimo do lábio superior notei que o creme "puxou" a borbulha para fora, o que ajudou no desaparecimento mais rápido dela (o pior foi a vontade que deu em espremê-la). As manchas que costumo ter após as borbulhas secarem também diminuíram satisfatoriamente, bem como a vermelhidão à volta do nariz atenuou, algo que nenhum creme tinha conseguido fazer.

O Benamôr não é testado em animais e o creme de rosto e o creme de mãos são veganos (o creme gordo tem cera alba). O preço varia desde os seis euros aos oito euros.


Onde encontrar o Benamôr?

- Em algumas drogarias típicas;
- Em algumas farmácias.

Lisboa:
- Drogarias (A Drogaria Portuguesa fica na Rua de Entrecampos, nº 36);
- N'A Vida Portuguesa: Largo do Intendente Pina Manique 23 (Intendente) | Rua Anchieta 11 (Chiado) | Avenida 24 de Julho (Mercado da Ribeira)
- Na perfumaria Lobo do Vale: Calçada do Carmo 17
- Na fábrica da Nally: Campo Grande 189 (perto do Horto)

Porto:
- A Vida Portuguesa: Rua Galeria de Paris 20 - 1º (Clérigos)
- Farmácia Rodrigues Rocha: Rua Tenente Valadim, nº 921, Canidelo (Vila Nova de Gaia)

Para os lados alentejanos:
- Petrocoop: Rua do Mercado, 7500 (Santo André)

Em The Portugal Online Shop.

5 comentários:

  1. A minha avó sempre usou Benamor e tinha uma pele aveludada :)

    ResponderEliminar
  2. Apesar de não usar muito, tenho e adoro. É um clássico! :) [A juntar a isto, só a pasta de dentes Couto ;))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo muito bom ^_^ Estes produtos portugueses deviam ser vendidos em mais pontos de venda, às vezes fica difícil encontrá-los.

      Quem usa a Couto aqui em casa é ele; não aguento o sabor nem por nada, fico logo com vontade de bolsar :|

      Eliminar
  3. Olá! Fiquei curiosa com esse creme! Continua a utilizar? E tem a pele oleosa? Tem resultado bem com o passar do tempo? É que a minha pele está a precisar de um creme para a hidratar, sem a deixar demasiado oleosa e que não me limpe os bolsos (haha). Fico à espera de feedback :) obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oá Anne-Claire ^_^ Usei este creme durante um ano e dei-me muito bem com ele: tenho pele mista/oleosa e sensível e o creme deixava-a macia e bem hidratada. Só parei de o usar porque comecei a substituir os produtos para o rosto por outros mais naturais.

      Beijinho*

      Eliminar