14/05/2016

A Cozinha Verde — Atelier Mini Chefs

A pensar nos mais pequenos, no passado Sábado (sete de Maio) A Cozinha Verde deu um workshop cheio de cor, saúde e sabor com receitas tão simples que podem ser parcialmente feitas por eles.

Estratégia, criatividade e muito amor são os ingredientes base para introduzir os tão necessários mas abominados legumes na alimentação das crianças: mostrando a importância de uma alimentação mais vegetal na dieta infantil, a Filipa Range apresentou diversos pratos que cativaram os pequenos aprendizes que participaram nesta aula de culinária, onde a exploração dos animais não teve lugar.

Foi um tempo muito bem passado, bastante dinâmico e animado, onde tive oportunidade de melgar conhecer a Filipa, que me deu autorização para partilhar aqui as receitas que foram feitas pelos petizes - e digo já que consigo ser mais má-boca do que as crianças e adorei tudo tudo tudo


Bolinhos de grão (falafel)


Com estes bolinhos o seu rebento vai passar a adorar grão. Boa fonte de proteína, vitaminas do complexo B, cálcio, ferro, magnésio e ácido fólico. Cada cem gramas de grão contém seis gramas de fibras, essenciais para ajudar o nosso corpo a eliminar açúcares, gorduras e mau colesterol.

Ingredientes:

Dois copos + um quarto de grão-de-bico cozido (utilize copos medidores como estes);
Três dentes de alho (ou quatro ou cinco, como preferir);
Uma cebola pequena ou meia cebola média;
Sumo de meio limão;
Uma mão cheia de salsa e de coentros;
Um quarto de um copo cheio de sementes de linhaça moídas (ou farinha de linhaça);
Um quarto de um copo de pão ralado (também existe opção sem glúten);
Meia colher de chá de cominhos moídos;
Sal marinho com ervas aromáticos a gosto.

Num processador de alimentos, junte os alhos, dois copos de grão, cebola, sumo de limão e as ervas aromáticas. Triture até os ingredientes ficarem bem combinados.
Transfira o preparado para uma taça. Adicione a linhaça, o pão ralado, os cominhos, o grão-de-bico remanescente (opcional), e o sal marinho com ervas aromáticas. Envolva tudo muito bem até conseguir uma pasta homogénea.
Molde os bolinhos com as mãos, achatando-os ligeiramente.
Forre um tabuleiro de ir ao forno com papel vegetal. Leve os bolinhos ao forno, pré-aquecido a 180 graus, durante vinte minutos, virando-os a meio do tempo.

Enquanto os bolinhos ficam a trabalhar para o bronze, prepare o creme de abacate:

Corte dois abacates ao meio. Retire o caroço e, com uma colher, raspe o abacate para uma taça.
Esmague bem o abacate com um garfo até que este fique com uma consistência cremosa.
Junte o sumo de um limão (o que vai impedir a oxidação) e tempere com sal marinho e ervas aromáticas a gosto.
Mexa muito bem e está pronto. Deixe-o no frigorífico até à hora de servir.

Com este belo creme, riquíssimo em ácidos gordos essenciais, proteínas, vitamina A, B1, B2, B5, C, E e K, já pode vestir os bolinhos de grão e embrulhá-los num pão fatiado à sua escolha. As sandes entusiasticamente feitas pelas crianças levaram rúcula, pepino e rabanete finamente fatiados e temperados com vinagre de amora, e foram rematadas com um tomate-cereja espetado num palito. Ficaram bem bonitas e saborosas :)



Esta ideia, bem simples de executar, é óptima para um lanche e para uma festa de aniversário. Os bolinhos de grão podem também ser integrados numa refeição mais completa, com uma alface fresca e um arroz de tomate, por exemplo.


Uma das receitas que mais encantou as crianças foi o esparguete colorido de vegetais com molho de tomate. Muito fácil de fazer, requer somente meia dúzia de ingredientes e um espiralizador de vegetais: como é um prato crudívoro os nutrientes presentes são mais preservados.

Filipa Range a fazer a sua magia

Para o esparguete só necessita de cenouras, courgettes e sumo de limão.
Lave bem os vegetais e descasque-os. Com o espiralizador, corte-os de forma a que se assemelhem a fios de esparguete. Esprema com sumo de limão para evitar a oxidação.

Para o molho de tomate vai precisar de:

Seis a oito tomates frescos e maduros;
Três a cinco tomates secos;
Um ramo pequeno de salsa;
Meio dente de alho;
Manjericão seco q.b;
Orégãos secos q.b;
Sal marinho com ervas aromáticas a gosto;
Um fio de azeite extra virgens;
Uma mão cheia de cajus previamente moídos;
Umas folhinhas de manjericão fresco.

Junte todos os ingredientes, exceptuando os cajus e o manjericão fresco, e triture bem com uma varinha mágica, processador ou liquidificador. Rectifique os sabores se necessário.
Num prato fundo, disponha o esparguete de vegetais com o molho por cima. Polvilhe com os cajus moídos e decore com as folhas de manjericão fresco.


Batido verde

Uma boa dica para um pequeno-almoço simples mas completo: apesar de levar espinafres, conhecidos por serem ricos em cálcio, ferro e potássio, o seu sabor fica perfeitamente camuflado com a doçura das frutas.

Ingredientes:

Um copo de leite de arroz (ou uma bebida vegetal à sua escolha);
Um copo de iogurte de soja natural;
Três copos de folhas de espinafres;
Sumo de laranja a gosto;
Sumo de meio limão (para não oxidar);
Duas maçãs;
Quatro pêras;
Uma ou duas bananas;
Água fresca (opcional - pode acrescentar mais sumo ou mais leite em no lugar).

Junte todos os ingredientes numa liquidificadora e triture.
Polvilhe com um topping da sua preferência (coco ralado, sementes de chia, et cetera).


E, por último, as tão esperadas bolinhas de chocolate :)

Ingredientes:

Um copo cheia de amêndoas sem pele (convém deixá-las de molho com antecedência);
Doze tâmaras;
Duas colheres de sopa de geleia de arroz ou de outro adoçante vegetal;
Quatro colheres de sopa de cacau cru em pó.

Pique as amêndoas num processador de alimentos até obter uma farinha grossa.
Junte os ingredientes restantes e continue a picar até conseguir uma massa homogénea.
Molde pequenas bolas com as mãos e passe-as pelos seus toppings preferidos (coco ralado, frutos secos picados, bagas goji em pó, alfarroba em pó, entre outros).

Estas bolinhas ficam boas fresquinhas, pelo que é aconselhável deixá-las um pouco no frigorífico. Também podem ser guardadas no congelador.


O resultado final foi muito positivo e todos os participantes, miúdos e graúdos, adoraram o que foi preparado, num registo que demonstrou como é exequível aumentar o consumo de frutas e vegetais na alimentação das crianças sem que estas torçam o nariz e como é essencial sensibilizar para uma dieta sem ingredientes de origem animal: a nossa saúde agradece e os animais também (para além disso recebemos prendas da Shoyce, Iswari e Life in a Bag- melhor do que isto é impossível).

Interessada/o? A Cozinha Verde vai realizar mais workshops: siga o blogue e a página de Facebook para ficar de olho na agenda :)

Para saber mais sobre alimentação vegetariana infantil clique aqui.


Fotografias d'A Cozinha Verde.

Sem comentários:

Enviar um comentário