30/06/2016

Bom, bondoso e barato: Champô Elisa Câmara

Há algum tempo que andava de olho nos champôs da Elisa Câmara, mas não tinha certezas em relação à composição devido à presença de ácido láctico (que pode ser de origem animal ou de origem vegetal). Entrei em contacto e tive uma agradável surpresa: os champôs são todos veganos :)
Veja-se, no entanto, que a empresa em si não é 100% vegana, visto que utiliza alguns derivados de origem animal como o mel e a geleia real (presentes na linha para o rosto), pelo que é necessário ler sempre os ingredientes. Também notei, no site, que a gama hidratante para o corpo possui glicerina e colagénio, podendo ser ambos de origem animal ou de origem vegetal/sintética, pelo que é melhor esclarecer as dúvidas com a empresa antes de comprar. Como eu estava tão entusiasmada com os champôs acabei por esquecer-me de perguntar (e como contactei-os por telefone e sou tímida ao quadrado tenho vergonha de ligar-lhes de novo).

Como estou com o couro cabeludo sensível adquiri o champô de castanhas da Índia e de ginseng, específico para regenerar e acalmar. O cheiro é muito bom, quase terapêutico; sabe bem sair do banho e continuar a sentir o cheiro dele no ar.


Segundo a descrição, o champô tem propriedades revitalizantes e actua optimizando o metabolismo cutâneo do couro cabeludo sensível, estimulando o fortalecimento da fibra capilar. A sua utilização regular oferece vitalidade e brilho e é indicado para todos os tipos de cabelo.
De facto, sinto o couro cabeludo menos irritadiço e os fios ligeiramente mais volumosos desde que passei a usar o champô. A única coisa que aconselho é que se utilize um condicionador hidratante porque o cabelo tende a ressecar um pouco, principalmente nas pontas.


Os champôs Elisa Câmara podem ser encontrados nas lojas Celeiro e na Natur Bonfim Dietética, situada na Av. 22 de Dezembro, nº 25-F, em Setúbal. A Próvida também vende-os por 3,80 euros (em média).

10 comentários:

  1. Respostas
    1. Tens de experimentar, é muito bom ^_^ Há para cada tipo de cabelo e de situação.

      Eliminar
  2. Para não variar tem alguns ingredientes que são de todo para evitar!
    PROPYLENE GLYCOL, POTASSIUM SORBATE, PARFUM, CITRONELLOL, LIMONENE e GERANIOL

    Todos estes variam na escala de perigo moderado e elevado.

    Mas enfim! A propaganda verde é mesmo assim...

    Be cool

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me parece justo escrever e mostrar somente marcas que só uma minoria pode comprar (x): os produtos de higiene que não têm tantos ingredientes agressivos são três a quatro vezes mais caros, pelo que não está ao alcance de todos.

      O objectivo desta publicação é mostrar que existem produtos 100% veganos a bons preços - e tendo em conta que quase todas as marcas de produtos de higiene, além de serem testadas em animais, também têm imensos químicos, para quem não tem outra opção é preferível escolher algo que não tenha sido testado em animais.

      Eliminar
    2. Sou um bocado ignorante...porque é que os produtos de higiene têm sempre de ter tantos quimicos? Para serem mais apelativos? Cor, cheiro, resultado no cabelo, porque de fato os produtos sem quimicos fazem o cabelo não tão macio ao toque...o cabelo fica mais áspero...mas ser áspero não significa necessariamente falta de saude capilar...correto?

      Eliminar
    3. Sim, os químicos são precisamente utilizados para a cor e o cheiro ficarem mais intensos, bem como para "domar" o cabelo - sem contar que é mais barato para as empresas :\

      A falta de saúde capilar é caracterizada precisamente pela fraqueza, queda, irritabilidade do bulbo, etc, pelo que se um cabelo é áspero mas forte e sem problemas desse género com certeza que está saudável.

      Eliminar
    4. Resposta a
      Mel 1 de julho de 2016 às 10:32

      Os químicos que mencionei foram aprovados após estudos em animais.

      Não é por acaso que são produtos baratos.

      Mas a minha questão nem tem muito a ver com isso, pois 99% da população da espécie Homo sapiens não está nem aí para os "problemas dos outros animais"!

      Só referi que estes químicos (os que referi) causam toxicidade e problemas no sistema imunológico das pessoas.

      nada mais

      BE COOL!

      Eliminar
  3. Ahah, percebo bem essa vergonha em ligar de novo, acontece-me algumas vezes em circunstâncias semelhantes.

    Eu costumo ir ao Celeiro mas como vou sempre a pensar em comida (normalmente vou buscar almoço) nunca olhei para os cuidados de beleza. Vou mesmo experimentar, até porque pelo preço não há motivo em contrário :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Celeiro tem muitas coisas de higiene e beleza boas; o problema é mesmo o preço. Adoro os champôs da Dr. Organic, por exemplo, mas pagar oito-doze euros é puxado :c

      Eliminar
  4. a zaful sim e de confiança, nunca encomendei nada por la mas ja vi muitas pessoas a falar dessa loja

    ResponderEliminar