09/04/2018

Sexta-feira treze: Um dia de azar para o gato preto


Como se não bastasse a dificuldade que os gatos pretos passam, por serem mais difíceis de ser adoptados do que os outros, são alvo de sórdidos preconceitos e superstições que os lançam para rituais cruéis. Na sexta-feira 13 e no Dia das Bruxas, essas superstições aumentam consideravelmente, deixando os gatos pretos ainda mais vulneráveis – e é, precisamente nessas datas, que muitas pessoas já ficam "interessadas" em adoptá-los.


Gatos pretos e superstições

O ódio pelo gato preto começou na Idade Média quando os animais foram associados às bruxas. O facto dos gatos vadios serem acolhidos por pessoas pobres e solitárias também desfavoreceu bastante a imagem deste animal. Rapidamente o gato preto foi visto como um ser demoníaco, cujos olhos brilhantes sob o céu da noite irradiavam uma energia maléfica. Para além disso, a cor preta era o símbolo da morte e das trevas, tornando os gatos com o pêlo dessa tonalidade perseguidos e exterminados pelos cristãos. Os gatos das pessoas condenadas à fogueira eram igualmente atirados para as chamas.

A estereotipação histórico-cultural que liga o gato preto à magia negra continua a percorrer a mente de inúmeras pessoas que não olham a meios para conseguirem um animal dessa cor nestas terríveis datas. Os feitiços são comummente encontrados em livros de ocultismo, mas na Internet também é possível encontrar alguns exemplos, todos eles macabros. É indubitável que qualquer ritual que exige animais, seja com ou sem morte, é plenamente perturbador e mancha perfidamente a evolução civilizacional.

Precisamente por estas hediondas práticas é que devemos ter especial cuidado quando alguém parece interessado em adoptar um gato preto uns dias antes da sexta-feira 13 ou do Halloween: o mais indicado é negar a adopção e referir que o animal ficará disponível somente umas semanas depois. Casos desses revelaram que uma grande parte das pessoas que contactaram associações para adoptarem um gato preto e o pedido foi declinado rapidamente desistiram e não aceitaram esperar.


Os gatos pretos e a sorte

Felizmente, nem todas as culturas vêem o gato preto como a encarnação do mal ou do infortúnio:
Na Escócia, um gato preto num alpendre traz prosperidade;
Na Itália, ouvir um gato preto a espirrar traz boa sorte;
No sul de França acredita-se que a boa sorte aparecerá se os gatos pretos forem bem tratados;
Na Letónia o gato preto é o espírito de Rungis, o deus da colheita, sendo bem-vindo entre os agricultores.


Mostre como é uma sorte ter um gato preto e ajude a desmantelar a ignorância que já ceifou a vida a tantos animais.


Recurso utilizado:

arcadenoe.sapo.pt

Imagem | Fonte

7 comentários:

  1. É absolutamente inacreditável que, em pleno s´culo XXI, ainda se atribuam conotações benéficas ou perniciosas a determinados animais e aos tons d sua pelagem. O que os animais sofrem à mão de humanos que dessa condição só têm o nome é inconcebível.
    Não sei se tens conhecimento, mas no Estádio do Bonfim costumam pôr um gato preto a correr sempre que pensam que isso pode trazer azar aos adversários do Setúbal. A última vez que aconteceu foi no sábado, quando o Jiménez se preparava para marcar o penalti. Estupidez ao cubo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quanta estupidez, não sabia que faziam isso. Mas se a lei que actualmente temos não serve para proteger os animais em situações de crueldade extrema, muito menos servirá para proibir meia dúzia de ignorantes de usar um gato para superstições parvas.

      Eliminar
  2. É triste perceber que no tempo que corre a estupidez ainda prevalece!
    Eu tenho um gato preto e sou uma sortuda *.*

    ResponderEliminar
  3. Já tinha lido artigos, precisamente sobre adotar gatos pretos neste tipo de datas... Sinceramente, pensei que a nossa sociedade já estava mais evoluída. Ter um gato, um animal, no geral, é uma responsabilidade enorme!

    https://mundodablue.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Pra mim os gatos pretos não dão azar e merecem um lar como todos os outros.
    Beijinho

    doce-branca.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Que magnífico bichano.

    Os poetas amam os gatos pretos mesmo nas sextas-feiras, dia 13.

    ResponderEliminar