06/06/2018

Como fazer tofu em casa


O tofu é um alimento obtido a partir da soja, com um processo semelhante ao queijo de origem animal: precisamente por isso é também designado por queijo de soja. De origem chinesa, começou a ser produzido há mais de 2000 anos. Actualmente, é consumido um pouco por todo o mundo e tornou-se num alimento básico da alimentação vegetariana, tanto pelas suas qualidades nutricionais como por ser bastante versátil. Tem um sabor muito suave e absorve facilmente qualquer tempero, o que faz dele um ingrediente ideal para inúmeras receitas. Também tem a vantagem de ser melhor digerido do que os grãos e o leite de soja.

O que é necessário para fazer tofu caseiro?

A Efeito Verde vende um kit de tofu, que consiste numa caixa, num paninho e numa tampa para fazer pressão. No entanto, uma peneira ou uma caixinha com furos também serve;
Grãos de soja (para quem quiser fazer o leite de soja em casa) ou leite de soja já feito e sem açúcar adicionado;
Coagulante (nigari, cloreto de magnésio, vinagre ou sumo de limão).

A opção mais económica é fazer o leite de soja caseiro, que consiste somente em grãos de soja demolhados e água potável. Este vídeo do VegTube explica perfeitamente todo o processo, desde o leite até ao tofu (e a senhora é super querida, dá gosto ouvi-la).
Os grãos de soja são facilmente encontrados em alguns supermercadoslojas online. Em média, 500 gramas de grãos biológicos não chegam a 2€.



O site Leite de Soja também tem instruções semelhantes e que estão descritas abaixo:

Para um litro de leite de soja, use uma colher de chá de nigari (ligeiramente dissolvido em água morna) ou três a quatro colheres de sopa de sumo de limão ou de vinagre.

1. Num tacho deixe aquecer o leite de soja por dez minutos, mexendo sempre para não queimar. É preciso ter atenção quando levantar fervura, já que a espuma sobe muito depressa.
2. Retire do lume e junte o coagulante ao leite de soja bem quente. Mexa e deixe repousar por dez a vinte minutos.
3. Quando o leite começar a solidificar, significa que está pronto. Forre a caixa com o pano e verta o leite coalhado. Deixe escorrer muito bem a água e pressione. Se deseja o tofu suave, pressione levemente; para o tofu ficar mais firme pressione com mais firmeza, colocando um objecto pesado por cima da tampa e deixando estar assim durante duas a três horas.
4. Quando estiver com a textura pretendida, retire o tofu cuidadosamente da caixa, envolvido no pano, e coloque-o num prato ou numa taça.

Dicas:

• Apesar de ser preferível consumir o tofu no próprio dia em que foi confeccionado, pode ser guardado no frigorífico até três dias.
• O tofu caseiro tem como vantagem permitir que tempere ou acrescente outros ingredientes a seu gosto. Adicione ervas aromáticas, sementes ou algas quando a mistura estiver a começar a coagular.


Ver também:
10 maneiras de usar tofu
PDF de 40 Receitas Veganas
PDF de Alimentação e Culinária Vegetariana

Referências utilizadas:
Imagem: Google

5 comentários:

  1. Nunca experimentei tofu, mas, se calhar, qualquer dia aventuro-me a tentar fazer em casa :)
    Excelente partilha!

    r: Visto à distância, até dá vontade de rir, mas é triste quando as pessoas têm estas atitudes completamente desnecessárias.
    Estava a escrever a publicação e a pensar que, de facto, aqueles pontos poderiam ser facilmente inseridos num só, porque estão mesmo relacionados com essa ânsia que referes; com o facto de estarem tão focadas (e necessitadas, pelos vistos) de números.
    É mais uma forma de o perpetuar, infelizmente.

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Nunca experimentei fazer em casa :)
    Bela dica :)

    Beijinho *

    https://w-m-mind.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  3. r: Assim que tiver oportunidade de a ler, começarei por esse então :)
    Obrigada pelas sugestões, minha querida!

    ResponderEliminar
  4. Adoro tofu e atualmente tem milhares de receitas incríveis pra fazer. Mas eu nunca fazia porque tofu é caro (pelo menos aqui no Brasil). Essa receita vai ser uma mão na roda!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui não é muito caro se for o natural (o fumado, com condimentos e etc. já é dispendioso) e também depende da marca. As marcas portuguesas são mais baratas.

      Eliminar